Notícia

Desintoxicação digital: sem smartphone - o jejum digital é justamente a tendência

Desintoxicação digital: sem smartphone - o jejum digital é justamente a tendência


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Jejum digital: todo quarto alemão quer ficar sem smartphones e co

Embora não seja fácil para muitas pessoas ficar sem um smartphone, de acordo com um novo relatório, o jejum digital está se tornando cada vez mais popular. Mais de um terço da população alemã vê a chamada desintoxicação digital como um tópico importante e valioso, e um em cada quatro está considerando seriamente.

Os proprietários de telefones celulares ativam seu dispositivo mais de 50 vezes por dia

Telefones celulares e smartphones se tornaram um companheiro diário indispensável para muitas pessoas. Especialmente para uma grande parte da população mais jovem, a vida sem os pequenos dispositivos é dificilmente imaginável atualmente. De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Bonn, os proprietários de telefones celulares ativam seu dispositivo em média 53 vezes por dia. Isso pode ter consequências para a saúde: existem indicações de que a miopia aumenta devido ao uso constante do smartphone. E um estudo mostrou que esses dispositivos interrompem o sono. Portanto, é gratificante que um novo relatório tenha mostrado agora que muitos alemães estão abertos a uma dieta digital.

Efeitos negativos no sono saudável

Como pode ser visto no relatório atual "Sleep Health in Germany", do instituto de pesquisa de mercado Ipsos, em nome da Barmer, o jejum digital, ou seja, a prevenção deliberada de smartphones e empresas, está se tornando cada vez mais popular.

Segundo uma mensagem da companhia de seguros de saúde, a pesquisa mostrou que 37% da população alemã vê a chamada desintoxicação digital como um tópico importante e valioso.

13% já o colocaram em prática e um quarto dos pesquisados ​​está considerando seriamente isso.

"Cerca de um quarto dos entrevistados para o nosso relatório sobre a saúde do sono relatou distúrbios do sono, estimados em 15,3 milhões de alemães", explica Andrea Jakob-Pannier, psicóloga da Barmer.

"Muitos aparentemente querem limitar sua presença on-line porque a mídia digital e as redes sociais afetam o sono", disse o especialista.

Dicas para o jejum digital na vida cotidiana

O psicólogo recomenda o desenvolvimento de uma estratégia pessoal para o jejum digital com mudanças na vida cotidiana.

Isso incluiu pausas, nas quais o smartphone e a Internet foram deliberadamente ignorados. Segundo o especialista, uma maneira é ativar o modo de voo.

Além disso, e-mails profissionais não devem ser respondidos durante o lazer. O estresse digital pode ser evitado se o celular não definir o ritmo.

Isso ajuda a impedir que os aplicativos enviem notificações e banir os smartphones da mesa de jantar ou do quarto para uma boa noite de sono.

"Você deve estar ciente de quanto tempo o smartphone custa e usar esse tempo pelo menos em parte analógico novamente", disse Jakob-Pannier. (de Anúncios)

Informação do autor e fonte



Vídeo: 3 Meses sem Celular - O que Aprendi? Adeus Redes Sociais (Pode 2022).